Uncategorized

O bom filho a casa torna

A língua portuguesa é recheada de nuances. Estudá-la é instigante, pois são várias regras, exceções, mitos… Saudade é uma palavra que só existe na língua portuguesa, certo? Errado, esse mito já caiu e se espatifou no chão. Vários idiomas tem as suas “saudades”. Mas o que será que as mães polonesas dizem quando estão com saudades dos filhos? O Google Tradutor disse que é tęsknota! Tudo bem, você não vai dormir essa noite depois dessa informação.

E a crase? Temida por 10 a cada 10 estudantes e, porque não, por 10 a cada 10 jornalistas? Se neste exato momento você deu uma corrida de olho no título deste post e pensou: “Ah, mas você errou blogueiro. Faltou a crase”. Você está redondamente enganado, “O bom filho a casa torna” não tem crase, pois “o Bom filho” retorna para a casa. Não há o artigo “a”. Dúvida? Então leia.

Enfim, isso tudo é para dizer que fiquei com saudades de escrever neste espaço, portanto, retorno hoje aos trabalhos. Vou falar de música, futebol, teatro, cinema e das coisas da vida!

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s